MODA

BTS: do Hiphop ao tapete vermelho do AMA!

Em homenagem a nova conquista do BTS, preparamos uma breve análise da evolução visual do grupo no decorrer dos anos!

Resultado de imagem para big bang ema
Big Bang, premiados como o Best World Act no EMA de 2011

Não podemos negar que estamos passando por um novo ‘boom’ mundial do K-POP. O primeiro deles começou no leste asiático com BoA e Dong Bang Shin Ki, seguido por nomes como Super Junior, 2NE1 e Big Bang na conquista pelo ocidente, mas a península coreana ficou pequena demais para o sucesso do K-POP e, nos últimos anos, a bolha estourou de vez, colocando os artistas coreanos à mostra para quem não fazia ideia de quão forte é a indústria musical na Coreia do Sul.

No dia 19 de novembro, fãs prestigiaram a apresentação do BTS (Bangtan Sonyeondan — 방탄소년단) durante o American Music Awards (AMA), em Los Angeles, onde os meninos começaram um novo capítulo na história do grupo, e abriram mais uma porta para o K-POP.

A dinâmica das redes sociais ajudou muitos grupos debutados nos últimos anos a conquistar um rápido sucesso que não se imaginaria fora da Coreia e, obviamente, BTS não é o único nome de sucesso em um meio tão variado como o K-POP, mas os garotos merecem todos os créditos pela estrada que trilharam desde sua estreia, quebrando recordes e chegando aonde nenhum outro grupo ainda tinha chegado.

Resultado de imagem para bts top social artist
BTS, premiados Top Social Artist no Billboard Music Awards de 2017

Mas seria a música a única responsável pelo sucesso do BTS? Já que “o conjunto faz a obra”, outro aspecto do sucesso do grupo inclui a estética dos clipes, a personalidade dos membros e, claro, o visual deles. E é em homenagem a esta maravilhosa conquista que o KoreaON preparou uma breve análise de como o visual do BTS evoluiu e mudou no decorrer dos anos!

Começando com o debut, ‘No More Dream’ foi lançada numa época em que a “pegada hiphop” estava forte no K-POP, e a estilista não mediu esforços para incluir no visual dos meninos todos os elementos de “hiphop” que podia. Camisetas da HBA, correntes douradas, meiões listrados, roupas largas, bermudões… tudo!!! O primeiro comeback do grupo, ‘N.O’ continuou na mesma linhagem, mas com um pouco mais de glamour, uma versão mais clean, mostrando os meninos com mais uniformidade, casando com o conceito da música.

Resultado de imagem para bts no more dream

Imagem relacionada
Acima: No More Dream, Abaixo: N.O

Apesar do tema escolar em ‘Boy in Luv’, os meninos, na verdade, apareceram mais maduros do que os conceitos anteriores, que eram carregados de informação visual e gritando “SOMOS HIPHOP!!!” Dessa vez, não precisou de muito, mesmo que o estilo bad boy de ensino médio seja manjado dentro do K-POP, a simplicidade mostrou que o caminho certo do visual dos meninos era o contrário do que vinham tentando. Seguida por ‘Just One Day’, começamos a ver mais traços do estilo dos próprios meninos, e o que podemos chamar de estilo do grupo tomava forma.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para bts just one day
Acima: Boy in Luv, Abaixo: Just One Day

‘Danger’ pontuou o estilo casual do grupo, que viria a ser sua identidade visual até que experimentassem novas mudanças. Agora, os elementos que antes transbordavam em exagero foram balanceados com um street style, meio grunge, de alguma forma, elegante; calças rasgadas com blazers estruturados. Fórmula que se repetiu em ‘War of Hormone’, com uma inspiração forte do estilo punk, e a partir daí vimos um BTS versátil, abandonando os elementos óbvios do hiphop, apresentando um novo conceito a cada comeback. Mas quem esperava que o sucesso viria com uma camisa de flanela e um jeans básico? O 1st win nos programas musicais, que ocorrem semanalmente na Coreia e refletem a popularidade do grupo, aconteceu com ‘I NEED U’, quando os clipes do grupo começaram a ter um apelo conceitual muito maior.

Resultado de imagem para bts danger

Imagem relacionada

Resultado de imagem para bts i need u
Acima: Danger, No meio: War of Hormone, Abaixo: I NEED U

‘Dope’ pode ser a brecha dessa evolução visual que estamos fazendo, já que cada um dos meninos adotou um “personagem”, vestidos como profissionais de várias áreas — e um parênteses para agradecer quem teve essa ideia, porque SIM! —  em uma música de auto-apreciação.

Imagem relacionada
Dope

Porém, o BTS retornou à simplicidade posteriormente, ‘Run’ e ‘Fire’ seguiram um visual bem casual, de um lado inspirado nos anos 90, do outro, com estampas expressivas e um estilo mais descolado. ‘Save ME’, uma música pura e simples, expressada por um visual leve, que não se esforça para causar impacto, é o contraste mas gritante com aquele BTS hiphopeiro de 2013, que deixou de ser caricato de um estilo musical para ser o BTS.

Resultado de imagem para bts run

Imagem relacionada

Imagem relacionada
Acima: Run, No meio: Fire, Abaixo: Save ME

‘Blood Sweat & Tears’ fez uma curva drástica na linhagem que o grupo estava seguindo, apresentando-os com blazers cintilantes, babados, lenços no pescoço, veludo, seda… uma combinação que nunca imaginaríamos pra eles! O clima de galeria de arte do clipe exigiu um visual mais refinado e sério, mas, ainda assim, com um toque de individualidade em estampas e acessórios chamativos. Em contra-partida, ‘Spring Day’ foi uma época em que todos se sentiram aquecidos, mesmo em um clipe coberto de neve, apelando para um visual mais inocente e aconchegante, que reflete a letra da música e nos faz sentir abraçados. Mas BTS retoma o estilo que vinha adotando desde ‘Run’ com ‘Not Today’; um street style mais refinado, elementos do punk rock e estampas visualmente intrigantes.

Resultado de imagem para bts blood sweat e tears

Resultado de imagem para bts spring day

Resultado de imagem para bts not today
Acima: Blood Sweat & Tears, No meio: Spring Day, Abaixo: Not Today

O comeback mais recente, que vem quebrando recordes e que foi apresentado durante o AMA, mostrou uma nova roupagem do grupo — no caso, “roupagem” se refere tanto ao estilo musical como ao visual — e seus 161milhões de views não deixa dúvidas de que agradou ao público. Dessa vez, os integrantes estão com um estilo menos dark, mais funky, com cores claras e combinações divertidas, sem abandonar itens do hiphop dos anos 90, como as jerseys e peças oversized.

Resultado de imagem para bts dna
DNA

E com quatro anos de história nas costas, como os meninos decidiram dar as caras no tapete vermelho do AMA? Coordenados em uma paleta sóbria, entre preto fosco e acetinado, os sete integrantes deixaram mostrar sua individualidade, como sempre o fizeram, cada um com seu estilo. Sem uma formalidade exagerada, eles conseguiriam balancear estilo e classe, marcando o nome do BTS para a mídia ocidental.

BTS no tapete vermelho do AMA (por Neilson Barnard)

Dá pra ver que eles amadureceram e, agora, podemos apenas ficar na expectativa do que eles nos mostrarão no futuro. Estaremos aqui para apreciar mais um passo dessa evolução!

“Teawork makes the dream work!”

0 comentário em “BTS: do Hiphop ao tapete vermelho do AMA!

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: